ORAI SEM CESSAR!

terça-feira, 29 de março de 2011

A palavra de Deus




A palavra de Deus é escudo e broquel;
Consola e traz paz de espírito;
Nos fortalece em momentos de fraqueza;
Na angustia ninguém quer outros braços;
Não engana nem ilude para agradar;
Ensina pais como lidar com seus filhos;
Filhos como lidar com seus pais;
Maridos como respeitar suas esposas;
E as mulheres como agir com seus maridos;
Traz instrução ao sábio e ao tolo;
Ela acalenta em dias de frio;
Aquece corações desesperados;
Orienta o naufrago e desiludido;
Acalma as mais densas tempestades;
Nos ensina sobre as estrelas;
Os mares da vida, os céus e seus luminares;
É poesia viva, que fala profundamente aos corações;
Poema de amor de nosso Deus por sua Noiva;
Não desnorteia, é sempre um marco de definição;
Não mata, mostra a morte;
É vida, para quem por ela se guia;
É travesseiro para o cansado;
Se com sede é a ela que recorro;
Se com fome nela me sacio;
Em suma, ...
É resposta a todas nossas necessidades.

Lâmpada para os meus pés é a tua palavra, e luz para o meu caminho. SALMOS 119:105


Ernesto Luis de Brito
Pastor Ernesto Luis de Brito

Barcarena-Pa, 29/03/2011.

segunda-feira, 28 de março de 2011

Paz!


Como é bom sentir a vida ascender;
Desfrutar do amparo do Senhor;
Revigorar-se em seu grande poder;
Saber que nos mantém na força de seu amor;
Tudo isto me faz compreender;
Que não há vitoria sem luta sem clangor;
Que para desfrutar a paz é preciso conhecer;
Antes o destemor da luta e do clamor.

Sinto o mar agitando meus pensamentos,
Ele traz recordações de lugares felizes;
Mas também as lutas de angustias e tormentos;
Aflições das batalhas ferozes;
Conflitando doces sentimentos;
E o desespero de situações mormentes;
Onde a liberdade foi conquistada em momentos;
Ardentes de orações destas decorrentes.

A vitória, sim, troféu que o coração deseja;
Premio a ser desfrutado por quem esteve;
Engajado a serviço do Rei na peleja;
Aquele que não desistiu e sua posição manteve;
Aquele que ao mestre servir deseja
A preços inimagináveis mas que o premio antevê.
Que sabe o quanto é precioso um momento que seja;
Na presença d’Aquele que durante a vida de tudo te susteve.

Não preciso mais lagrimas derramar,
Se o fizer é de imenso prazer;
A chave da vitória é a Cristo clamar;
Seu amor e sua palavra conhecer;
Mesmo que o inimigo tente as portas fechar
Seu Nome é chave que faz sonhos renascer;
Estar livre da incerteza de falhar; 
E os louros da vitória com ele colher.

Ernesto Luis de Brito
Pastor Ernesto Luis de Brito

Barcarena-Pa, 28/03/2011.

VISÃO DE ADULTO.. VISÃO DE CRIANÇA....

  



Éramos a única família no restaurante com uma criança.
Eu coloquei Daniel numa cadeira para crianças e notei que todos estavam tranqüilos,  comendo e conversando.
De repente, Daniel gritou animado, dizendo: 'Olá, amigo!', batendo na mesa com suas mãozinhas gordas.
Seus olhos estavam bem abertos pela admiração e sua boca  mostrava a falta de dentes.
Com muita satisfação, ele ria, se retorcendo.
Eu olhei em Volta e vi a razão de seu contentamento.
Era um homem andrajoso, com um casaco jogado nos ombros,
Sujo, engordurado e rasgado.
Suas calças eram trapos com as costuras abertas até a metade, e seus dedos apareciam através do que foram, um dia, OS sapatos.
Sua camisa estava suja e seu cabelo não havia sido penteado por muito tempo.
Seu nariz tinha tantas veias que parecia um mapa.
Estávamos um pouco longe dele para sentir seu cheiro, mas asseguro que cheirava mal.
Suas mãos começaram a se mexer para saudar.
'Olá, neném. Como está você?', disse o homem a Daniel.
Minha esposa e eu nos olhamos:
'Que faremos?'.
Daniel continuou rindo e respondeu, 'Olá, olá,amigo'.
Todos no restaurante nos olharam e logo se viraram para o mendigo.
O velho sujo estava incomodando nosso lindo filho.
Trouxeram a comida e o homem começou a falar com o nosso filho como um bebê.
Ninguém acreditava que o que o homem estava fazendo era simpático.
Obviamente, ele estava bêbado.
Minha esposa e eu estávamos envergonhados.
Comemos em silêncio; menos Daniel que estava super inquieto e mostrando todo o seu repertório ao desconhecido, a quem conquistava com suas criancices.
Finalmente, terminamos de comer e nos dirigimos à porta.
Minha esposa foi pagar a conta e eu lhe disse que nos encontraríamos  no
Estacionamento.
O velho se encontrava muito perto daporta de saída.
'Deus meu, ajuda-me a sair daqui antes que este louco fale com Daniel', disse orando, enquanto caminhava perto do homem.
Estufei um pouco o peito, tratando de sair sem respirar nem um pouco do AR que ele pudesse estar exalando.
Enquanto eu fazia isto, Daniel se voltou rapidamente na direção onde estava o velho e estendeu seus braços na posição de 'carrega-me'.
Antes que eu pudesse impedir, Daniel se jogou dos meus braços para os braços do homem.
Rapidamente, o velho fedorento e o menino consumaram sua relação de amor.
Daniel, num ato de total confiança, amor e submissão, recostou sua cabeça no ombro do desconhecido.
O homem fechou os olhos e pude ver lágrimas correndo por sua face.
Suas velhas e maltratadas mãos, cheias de cicatrizes, dor e trabalho duro, suave, muito suavemente, acariciavam as costas de Daniel.
Nunca dois seres havia se amado tão profundamente em tão pouco tempo.
Eu me detive aterrado O velho homem, com Daniel em seus braços, por um momento abriu seus olhos e olhando diretamente nos meus, me disse com voz forte e segura:
'Cuide deste menino'.
De alguma maneira, com um imenso nó na garganta, eu respondi: 'Assim o farei'.
Ele afastou Daniel de seu peito, lentamente, como se sentisse uma dor.
Peguei meu filho e o velho homem me disse:
'Deus o abençoe, senhor. Você me deu um presente maravilhoso'.
Não pude dizer mais que um entrecortado 'obrigado'.
Com Daniel nos meus braços, caminhei rapidamente até o carro.
Minha esposa perguntava por que eu estava chorando e segurando Daniel tão fortemente, e por que estava dizendo:
'Deus meu, Deus meu, me perdoe'.
Eu acabava de presenciar o amor de Cristo através DA inocência de um pequeno menino que não viu pecado, que não fez nenhum juízo; um menino que viu uma alma e uns adultos que viram um montão de Roupa suja.
Eu fui um cristão cego  carregando  um menino que não o era.
Eu senti que Deus estava me perguntando:
'Estás disposto a dividir seu filho por um momento?', quando Ele
Compartilhou Seu Filho por toda a eternidade.
O velho andrajoso, inconscientemente, me recordou:
Eu asseguro que aquele que não aceite o reino de Deus como um Menino, não entrará nele.' (Lucas 18:17).
Apenas repita esta frase e verá como Deus se move:
'Senhor Jesus Cristo, te amo e te necessito, entre em meu coração, por favor'.





Obs: Não sei quem escreveu ESTE mas é uma benção.
Que sejamos inocentes como uma criança.

sexta-feira, 25 de março de 2011

PERSEVERANÇA NA FÉ












P erseverança na fé é não recuar;
E estar pronto para a luta que nos esta proposta; 
R esistir no dia da angustia;
S empre persistente e constante; 
E star de pé mesmo que vida grite não;
V iver a cada dia novos desafios sem lamentar;
E  dizer ao inimigo saia da frente que a vitória é minha;
R econhecer o propósito de Deus em cada provação;
A ntecipar a benção que esta sendo gerada;
N adar mesmo que seja contra a maré do mundo;
C orajosamente defender seu campo de lentilhas;
A ssumir diante do mundo uma postura de cristão.  

N ão desanimar porque todos dizem que não vai dar certo;
A creditar que Deus esta na sua frente;

F estejar a vitória que ninguém esta vendo;
É  agradecer a benção que virá.



Ernesto Luis de Brito
Pastor Ernesto Luis de Brito

Barcarena-Pa, 25/03/2011.


quarta-feira, 23 de março de 2011

Super Herói!



Não era para ser nada disso.
Era para ser natural.
Ele não bebe.
Ele não fuma.
Brincava sim, com os amigos,
De dominó, baralho, de malha...

Ele ria muito, fica bravo com facilidade...
Fala mais que a boca...
É muito sábio em sua simplicidade.
Sempre me deu ótimos conselhos na vida.

Ama a Deus e reclama muito dos pastores...
Ama a esposa, os filhos, os netos, os bisnetos...
É ótimo vizinho, amigo dos amigos...
Ele não usa capa para voar...
Mas em sua imaginação...
Voa longe.
Sempre disposto a socorrer a quem precisar.
Gosta de casa cheia de parentes e amigos...
Reclama quando esta sozinho.
Nunca se endivida.
Me ensinou a guardar dinheiro e...
Comprar tudo a vista.
Tem oito décadas de vida...
E mais alguns anos.
Tem muita coisa para contar.
Era para ser a coisa mais natural do mundo...
Estes atributos eram para ser a realidade dos homens...
Mas numa era de corruptos, ladrões, enganadores, ...
Traficantes, idolatras, beberrões, falsidades, etc...
Fico a pensar, :
Será que meu velho pai não seria...
Um  Super Herói disfarçado ...
E só agora estou vendo isso.
Que posso dizer...
Que Deus abençoe meu pai ...
E que eu seja ao menos metade do homem que ele é.

Ernesto Luis de Brito
Pastor Ernesto Luis de Brito
Barcarena-PA, 23/03/2011.

E.T’s.

E.T’s.

Eles estão entre nós.
Chegam de mansinho,
Quando não se espera.
Falam palavras mansas,
Só aquilo que você quer ouvir.
Estão sempre sorrindo.
Concordam com o que você diz.
Eles estão entre nós.
Dizem que vieram para ficar,
Para somar, para ajudar,...
Mas só dizem...
Um dia você procura seus filhos,...
Seus netos, suas ovelhas...
Onde estão...
Os E.T’s levaram embora...
E você pensa;
Como me deixei enganar desse jeito;
E só resta chorar os que se foram... arrastados;
Chorar pelos que ficaram... decepcionados;
Chorar por si mesmo... desconsolado.
E pedir a Deus:
“Senhor abra-nos os olhos para que vejamos;
Que mais são os que estão conosco;
Que os que estão contra nós”.






Ernesto Luis de Brito
Pastor Ernesto Luis de Brito



Barcarena-Pa, 23/03/2011.

PORTAS ABERTAS!!


Pode  entrar a casa é sua!
Não  ofereço luxo;
Mas te ofereço o conforto;
Do amor que temos para te dar.
Não temos dinheiro ou ouro;
Mas sim a riqueza da simplicidade.
Nem mesmo banquetes regados a álcool;
Mas banquetes do Espírito;
Regados ao vinho do Sangue de Cristo;
E o Pão de seu Corpo;
Que foi moído por nós.
Não é uma casa de orgias;
Mas sim de festas na presença do Rei.
Aqui não encontrará guerras;
Senão contra as hostes espirituais da maldade.
Mas encontrará, sim, a paz;
Porque Ele disse:
“Deixo-vos a paz, a minha paz vos dou!”.
Dos tesouros que o mundo procura, ...
Talvez este seja o mais almejado.
Pode entrar a casa é sua;
Mas a porta é estreita,
Então deixe de fora as bagagens do mundo,
As dores, as aflições, o medo...
Deixe de fora a timidez, o racismo, o preconceito...
Deixe de fora seu “ego”...
Pode entrar a casa é sua...
A única exigência é o passaporte;;;
Carimbado com o Sangue do Cordeiro;
Que morreu tua morte para te dar a vida d’Ele,
Entre, se você quiser vida...

  

Ernesto Luis de Brito
Pastor Ernesto Luis de Brito




Barcarena-Pa, 23/03/2011.

terça-feira, 22 de março de 2011

MASCARA!!

Usam mascara;
Para se esconder de sí mesmos;
Esconder-se dos outros;
Para mascarar a realidade;

Por que usam mascara?
Porque o espelho acusa;
Porque a consciência acusa;
Porque a vida acusa;
Porque os olhos dos outros acusam;
Talvez  ate mesmo o tempo os acuse.

Para que usam mascaras?
Para se defender da vida;
Para negar que foram eles;
Para não serem apontados como autores;
Para encobrir a vergonha;
Vergonha que esconderam nos abismos;
De uma indecência imunda;
Porque abusar de menininhas durante as festas profanas;
É tão fácil como atacar aqueles marginais;
Que fazem isto todos os dias;
E são acusados pela mídia.

Mas será que a mascara;
Esconde que são empresários;
Minimiza a responsabilidade;
Por serem pais de família;
Ilude o povo que são políticos;
Não traz a tona que são autoridades;

Mascaras...
Da vida, da morte, da corrupção;
Da hipocrisia, do abuso, da sangria;
Da indecência, do acumulo de poder;
Da negligência, da religião;
Se as usam no carnaval;
Porque não as usam nas campanhas políticas;
Nas repartições publicas;
Câmaras, senados, ministérios;
Também nos palácios;
Nos hospitais quando se negam;
A atender o que não tem dinheiro;
Aquele que juraram proteger,;
Curar, ajudar;
E acusaram os outros de não o fazerem.
Durante os discursos;
Nas entrevistas;
Diante das câmeras de TV;
Mas, será mesmo que não usam?;?




Ernesto Luis de Brito
Pastor Ernesto Luis de Brito

Barcarena-Pa, 21/03/2011.

terça-feira, 8 de março de 2011

Minhas três mulheres!


Hoje é um dia que o mundo dedica as mulheres,
Tenho três delas que preenchem meus pensamentos.
Minha mãe amada que me instruiu no inicio de minha caminhada;
Que me orientou, ensinou e educou;   
Trago junto ao amor, recordações de minha infância,
Momentos felizes de correrias e meninices;
Broncas, beijos, beliscões, carinho, ...
Mesmo que a distancia física me mantenha afastado;
Ela está sempre comigo, em meu coração, minhas orações,
Em meus pensamentos ...
Também minha filha, que não há palavras para descrevê-la,
Quem a conhece sabe que ela chega chegando;
Chega gritando: Cheguei e estou aqui.
Conquista os corações mais duros;
É como a mãe uma guerreira onde as armas são o amor  e a oração.
E aquela que me venceu na queda de braços,
Minha amada esposa, ...
Chegou em minha vida, ocupou um espaço;
E disse: Daqui não saio daqui ninguém me tira.
É uma pessoas especial, maravilhosa.
Como já disse, guerreira.
É uma guerreira pela obra do Senhor, pela nossa família;
Por todos que ama.
Não mede esforços para ajudar, para agradar;
Dura de ser derrubada, ...
Mas se cai, se levanta, bate a poeira... ri;
E parte para a luta novamente.
É mais importante para mim que eu mesmo.
Minhas três mulheres. Meus três amores no mundo feminino.



Ernesto Luis de Brito
Pastor Ernesto Luis de Brito

Barcarena-Pa, 08/03/2011.

segunda-feira, 7 de março de 2011

Igreja Canoa!

 



Igreja,
Uma palavra interessante;
Qual sua função?
Resgate de vidas perdidas
Restauração de pessoas destruídas.
Conversão de almas convencidas.
Li estes dias que;
“A vida da canoa é estar dentro d’água,
A morte da canoa é a água estar dentro dela!”
A igreja não é diferente;
A vida da igreja é estar no mundo,
E a morte da igreja é o mundo estar dentro dela.
Tem de estar no mundo para cumprir sua missão.
Mas não pode permitir que o mundo invada seus domínios,
Pois isto resultaria em sua imundície, contaminação.
E a Igreja, corpo místico de Cristo,
Tem a obrigação de manter-se limpa,
Santa e incorruptível.
A Noiva do Cordeiro não pode ter maculas,
A simples ameaça de  surgirem deve ser
Combatida imediatamente.
É quando o mundo todo te agride,
Refugio eficaz onde temos paz com Deus.
Onde os perdidos entram quando desesperados;
Onde eu entro quando desesperado pela;
Presença de Deus e pela comunhão dos Santos;
Onde junto com os que falam a mesma língua,
Língua de justiça e adoração,
Nos encurvamos para a Vida.
A Igreja só é canoa,
Enquanto Cristo esta no leme.



Ernesto Luis de Brito
Pastor Ernesto Luis de Brito

Barcarena-Pa, 07/03/2011.

DEPENDENTE DE TÍ!!!!



Sede de sua presença,
Desespero em sua ausência,
Que será isso em minha vida,
Que desestruturou todo meu mundo.

Antes tinha os pés no chão,
Tinha domínio sobre meus atos,
Não cedia aos sentimentos,
Nem as emoções.

Autoritário, irritadiço,
Mandava e desmandava,
Obedecesse quem tinha juízo.
Agora minha vida toda transformada,

Uma ânsia que sobe a garganta,
Um grito vem sem gritar.
Meu silencio fala alto,
Lagrimas que rolam na minha face.

Que ouve que desmoronou minhas defesas?
Estava tão bem protegido de influencias externas,
No meu mundo, só eu.
A solidão era minha companheira, ...

E agora, que dizer, ...
Não sei, caio de joelhos quando menos espero,
Um brado de amor e louvor irrompe
De minhas entranhas, ...

Palavras estranhas ao meu dicionário,
Louvor, adoração, clamor de amor...
E eu perdido no meio de um turbilhão
De emoções, lagrimas, um ribeirão.

Ribeirão de vida que de repente;
Explodiu em minha vida;
Me expôs a uma narcose inebriante,
E as lagrimas irrompendo, sem serem chamadas.

Alguém acenda as luzes,
Preciso me encontrar de novo,
Voltar aos números, a carne, ao ...
Nada, que era minha vida, nada...

Então é assim...
Aquele encontro com Cristo;
Mudou minha vida em tudo;
O que era morte agora é vida.

O que me matava, morreu.
E eu morri também.
E revivi agora para Ele, para a vida
Uma vida que antes não sabia existir.

Agora quero mais e mais;
Conheci o que há de melhor e;
Não vou largar mais.
Jesus Cristo Senhor de minha vida.

Quero mais de Tí em minha vida,
Amar, louvar, glorificar;
Me derramar em lagrimas de amor,
Um ribeirão de emoções e sentimentos.
 
Não sei por quanto tempo escondi;
Esse grito dentro de mim.
Agora quero dizer para o mundo inteiro ouvir.
Jesus, sou dependente de Tí.
 

    

Ernesto Luis de Brito
Pastor Ernesto Luis de Brito

Barcarena-Pa, 06/03/2011.